Abra os Olhos: Você Está Sendo Manipulado

Hoje, mais do que nunca, temos que ficar muito atentos. Governos, partidos políticos e outros grupos poderosos estão manipulando nossa visão do mundo, brincando com nossas emoções. Estamos sendo conduzidos em nossas escolhas políticas, nossa visão da realidade e nossos hábitos sem saber.

Veja aqui meu vídeo sobre este tema.

Estamos no início de uma nova era da civilização humana e poucos estão cientes do que está acontecendo. Quero aqui trazer esta alerta e dar um exemplo de como governos, partidos políticos e outros grupos de interesse estão contratando empresas que conseguem manipular o rumo de países inteiros, sem que saibamos.

Vivemos hoje a era do Big Data. Como passamos nossa vida ligada ao mundo digital, as 3 gigantes empresas da era digital: Facebook (dona também do WhatsApp), Google e Apple, estão acompanhando tudo que você vê, curte, clica e compra.

Cada link, cada pesquisa, cada curtida… sua vida é mapeada e registrada. Essas empresas sabem o que você gosta, com quem você mais conversa, suas inclinações partidárias, quem são seus amigos, quem são seus familiares e muito mais.

Mais do que isso, sabem como você reage. Registrando sua reação a diferentes tipos de aviso ou notícia, eles constroem um perfil psicológico. Eles aprendem a manipular suas emoções.

Uma triste verdade da humanidade é que, em geral, as pessoas dão pouco interesse a fatos. O que importa é a emoção. Assim, fica fácil manipular a massa geral das pessoas.

Agora, aliado ao Big Data, isso se tornou uma ferramenta poderosa e destrutiva na civilização humana.

Vou dar aqui um exemplo para você entender quão poderoso e profundo isso é.

Teve uma empresa que se tornou a líder neste ramo de unir Big Data com manipulação emocional. Ela chamava-se Cambridge Analytica. Talvez tenha ouvido falar dela. Ficou bem famosa porque foi ela que garantiu a então improvável vitória de Donald Trump, indo contra a opinião de praticamente todos os especialistas políticos. Depois dos escândalos, fechou as portas em 2018.

A mesma empresa esteve por trás do Leave.EU, uma campanha para a saída da Grã-Bretanha da União Europeia, o famoso Brexit, que continua causando confusão e dificuldades para os Britânicos.

Ela fez isso tudo usando dados do Facebook, conseguindo desenvolver um complexo perfil psicológico de milhares de usuários, testando e criando campanhas com base neles.

Todas suas campanhas eram baseadas em emoção. Não fatos. As pessoas recebiam, curtiam e compartilhavam memes. Parece familiar?

O melhor exemplo de seu poder é pouco conhecido. Foi a história da campanha “Do So”, no país de Trinidad e Tobago.

O país é politicamente dividido pelos descendentes de imigrantes da Índia e os negros. Os negros estavam no poder. O partido dos Indianos contratou então a Cambridge Analytica.

Usando suas técnicas de manipulação emocional pela mídia social, bolaram um movimento, dando a todos a impressão de ser algo popular, dos jovens negros do país, criado e levado adiante por eles. Criaram o nome “Do So”, o slogan, a logomarca (veja foto acima) e daí foram manipulando as pessoas. Foram músicas, demonstrações, camisetas. O foco era que os jovens negros não queriam mais saber de política, que política não é legal.

Resultado: chegou as próximas eleições, os jovens negros não votaram como antes. Mas os jovens indianos votaram, e o partido dos Indianos ganhou.

Tudo manipulado. Tudo controlado e financiado. Os jovens negros achando que estavam sendo autênticos, que estavam manifestando sua vontade… mas estavam só sendo manipulados pelo partido político oposto, sem a menor noção do que estava acontecendo.

Então, se ligue. Fique atento. Não saia compartilhando coisas sem checar sua origem, sem chegar fatos. Lute contra o fake news, lute contra a manipulação por forças do poder usando memes, etc. Eles contam com nossa ingenuidade.

Sua visão do mundo também é distorcida pelos algoritmos de pesquisa da Google e do YouTube. Como eles controlam tudo que pesquisou e clicou, quando você faz uma pesquisa, eles lhe oferecem links que estão alinhados com o que já clicou antes. Assim, sua visão do mundo vai sendo afunilada. Você só vê o que já viu, o que já sabe, perdendo assim sua objetividade. O mesmo acontece no Facebook com você só tendo acesso as informações de seus amigos, que pensam como você.

Como lidar com isso?

Eu pessoalmente só uso agora Insta, Facebook para fins profissionais. Google quase sempre eu pesquiso as coisas só na janela anônima. Talvez seja tarde demais. Mas eu faço assim agora. Duvido de toda informação que não venha de múltiplas fontes mais confiáveis. Tento verificar os fatos, buscando fontes confiáveis, diversas.

A única solução é pensamento crítico: PENSE. PESQUISE. Tente pegar os fatos. Não compartilhe memes, não compartilhe fake news. Não alimente essa máquina de manipulação.

 

3 ideias sobre “Abra os Olhos: Você Está Sendo Manipulado

  • 10/09/2019 às 12:07
    Permalink

    Bom dia, Mestre Giridhari. Sou Historiadora, e seu texto vem de encontro a uma preocupação que muito me aflige. Vivemos monitorados e, ingenuamente, acreditamos que todos esses dados não serão usados para nos manipular. As filosofias orientais sempre nos falam sobre estar consciente, estar presente nas ações, e isso nunca foi tão importante e necessário quanto agora. Obrigada pelo texto.

    Responder
  • 10/09/2019 às 16:46
    Permalink

    Essa estratégia é antiga, pós 1a. Guerra Mundial, porém muito utilizada atualmente, chama-se Engenharia do Consentimento!
    Fique esperto!
    Muita crueldade!!!

    Responder
  • 16/09/2019 às 00:05
    Permalink

    Ainda nesta semana, minha filha recebeu tarefa online da faculdade para fazer uma resenha crítica sobre fake news, e as consequências na nossa vida. Tenho comentado com amigos sobre a manipulação psicológica à qual estamos todos expostos. É o ato reverso da tecnologia; estamos vivendo uma guerra invisível e insana, cujas bombas atingem justamente nosso emocional.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *