Técnica Para Gostar Mais de Seu Trabalho e Assim Ser Mais Feliz

Passamos boa parte do dia no trabalho. Obviamente, se não gostarmos do trabalho, nossa vida será um inferno. Aqui vamos ver uma técnica prática para aperfeiçoar sua experiência no trabalho, sem ter que procurar um novo emprego ou profissão.

Veja aqui meu vídeo sobre este tema:

Gostar do trabalho é fundamental para ser feliz. Não tem como passar a vida, detestando 2ª-6ª.

Alguns estão mesmo no emprego errado, na carreira errada, tendo chegado lá por objetivar as coisas erradas como ganho e opinião alheia, e não valorizando seu verdadeiro propósito e seus valores.

Mas muitos naturalmente gravitam em direção ao tipo de trabalho que combina com sua natureza, ou seja, na linguagem do Caminho 3T, acertam o dharma vocacional.

Curiosamente, muitos desses ainda assim ficam muito infelizes com seu trabalho. Acertaram a direção geral, mas não estão conseguindo acertar os detalhes. Assim, permanece um sentimento de frustração e infelicidade em relação ao trabalho, envenenando a qualidade de vida.

O que podemos fazer para melhorar nossa experiência no trabalho e assim ser mais feliz?

Os pesquisadores Dave Evans e Bill Burnett oferecem uma dica bem legal.

Eles sugerem que durante 3 semanas você mantenha uma espécie de diário do trabalho, com foco no seu bem-estar. Anote o que estava fazendo, com quem, em que ambiente e como estava se sentindo.

Comece a construir um mapa das coisas que não gosta de fazer, ambientes que estragam o dia ou do tipo de interação que lhe deixa inconfortável.

O ideal são aqueles momentos de absorção profunda, onde você consegue ficar totalmente focado no que está fazendo. Trata-se daquele estado de consciência chamado flow.

Fazendo isso, suas pesquisas mostram, logo surgem padrões claros.

Um exemplo: o engenheiro repara que quando está focado na parte técnica, fazendo os projetos, ama o trabalho. Gosta dos desafios, gosta demais da função. Mas aí, chega uma hora que tem que sentar com o cliente, e não se sente bem. Não gosta de falar com outros, é mais introvertido. Ou não gosta de ter que interagir com um colega de outro departamento, que considera chato ou enrolado. Gosta de trabalhar na sua sala, quieto na sua, gosta de ir na obra, mas detesta a sala de reunião. Assim.

Então, eles sugerem: faça de tudo para aumentar aquilo que gosta e diminuir ou eliminar o que não gosta. Veja como pode evitar as situações e pessoas que estragam seu dia e como aumentar seu tempo fazendo o que realmente ama.

Experimente cada nova situação, alterando aos poucos seu dia no trabalho, negociando com a gerência como maximizar seu potencial e reduzir seu estresse. Bom para a empresa, bom para você.

Com isso você também vai se conhecer melhor, e poder afinar com mais precisão seu dharma, seu propósito no campo de trabalho, o que vai lhe ajudar a tomar passos cada vez mais certos em direção a se preencher e encontrar significado na sua profissão.

Mais do que isso, essa técnica pode ser levada para seus outros dharmas, seus outros deveres. Veja como aperfeiçoar todos seus deveres, reduzindo quando puder aquilo que não gosta e aumentando aquilo que gosta, aquilo que está mais alinhado com sua natureza, sua essência.

Você pode totalmente mudar sua experiência de vida, sem necessariamente mudar tudo na vida. Pequenas mudanças feitas internamente geram resultados gigantes na sua qualidade de vida. O poder está em suas mãos. No livro “O Caminho 3T” (www.3T.org.br) encontrará uma grande gama de técnicas e conhecimento para fazer estas mudanças acontecerem e assim transformar a qualidade de sua vida. Muitos já fizeram e você poderá também fazer.

 

Veja o que estão falando do livro “O Caminho 3T”: “obra espetacular, simples, direta, objetiva e ensinamentos totalmente praticáveis e muito bem explicados” – Antonio B. Souza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *