Você Precisa De Uma Bússola, Não Um Destino

Aqui uma dica interessante para fluir com a vida, fazendo o melhor dela: você precisa de uma bússola, não um destino. Vamos ver aqui o que isso quer dizer e como pode lhe ajudar a viver melhor.

Veja aqui meu vídeo sobre este tema.

Motivado por nossa consciência mundana, pensamos que nossa felicidade vem de objetivos mundanos. Criamos metas como: quero comprar aquele apartamento, quero ter aquele emprego, aquela promoção, casar, ter filhos, chegar em tantos kg, etc. Destinos. Queremos chegar nesses lugares, achando que lá encontraremos felicidade e contentamento.

Só que a vida não para.

Não existe destino para a alma, porque a alma não para. Para a alma só tem fluxo, direção. Ou seja, você precisa acertar é a direção, tem que ter a bússola. Nunca paramos, nunca acabou nossa viagem. Nem a morte é o fim para alma, apenas o início de uma nova jornada.

Por isso que estes “destinos”, estes objetivos mundanos ou objetivos extrínsecos, nunca nos satisfazem. É aquela pergunta fundamental que você precisa se fazer: “o que acontece quando você finalmente consegue aquela coisa que sempre quis?”. Pouquíssimo, não é mesmo? É um fato científico.

Então o foco é no fluxo, no fluir da vida, no momento a momento. Pois é no momento que a vida está acontecendo. Só agora. Por isso que o primeiro passo é justamente a mente no aqui e agora. Direção é agora, é real. Destino é no futuro, é fantasia.

Então foco em ser você, o melhor de você. Na linguagem do yoga, viver o dharma. A cada momento sua bússola é o dharma. Ser a melhor pessoa que pode, a mais amorosa, a mais íntegra. Isso dá prazer. Isso dá plenitude.

Bússola: dharma sempre norteando você. A cada momento, a cada ação, você buscando esse posicionamento, essa direção.

Quero, agora, ter mais paz, quero mais centramento. Quero equilíbrio, sabendo cuidar de todos meus dharmas, todos meus propósitos, na medida certa.

Melhor ainda, se já tiver despertado sua espiritualidade, foco em ser mais devotado. O termo em Sânscrito é bhakti. Mais bhakti em tudo que faço, mais bhakti em meu coração, mais comunhão com o Supremo.

Tudo isso a cada momento—direção, bússola. Não tem “conquista”. Não tem “agora deu”. Sempre fluindo, sempre nessa direção, tentando ser hoje, melhor do que ontem.

Essa é a única forma de experimentar satisfação, plenitude e graça na vida.

E, mais, é a melhor forma de experimentar autêntico desapego das situações externas, ou seja, de ficar feliz nos altos e baixos da vida. Porque quando estamos com foco na direção, a situação passageira atual é uma questão secundária.

No livro “O Caminho 3T” (www.3T.org.br), aprenderá como desenvolver esta direção correta, como estabelecer sua bússola, seu norte, e assim viver uma vida cheia de propósito, iluminada com o despertar espiritual.

 

Veja o que estão falando do livro “O Caminho 3T”: “é muito leve e esclarecedor… estou maravilhada.” – Dayse Pereira

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *