Quem É Você Depois Que Todas As Portas Se Fecharam?

E quando tudo dá errado? Quando parece que todas as portas se fecharam? Quem é você? O que lhe resta?

Veja aqui meu vídeo sobre este tema.

Quando uma porta se fecha é para lhe levar a porta correta.

Quando vivemos o que eu chamo do Paradigma da Fantasia, sonhamos que nossa felicidade virá de ter essas coisas, aquelas pessoas de nosso lado e aquela situação.

Mas aí as portas vão se fechando. Você perde o emprego, acaba o relacionamento, não consegue o dinheiro que esperava, a saúde enfraquece… e aí? Quem é você agora?

Quem sobra é você. O verdadeiro você aí dentro, além das identificações passageiras, além das ilusões e confusões mundanas. É a essência de você que está ficando.

Nos textos devocionais do yoga há uma menção de um tipo de benção especial de Deus, quando Ele tira tudo de você, para que você consiga então experimentar apenas Ele inteiramente, livre de distrações e fantasias.

Quando uma porta se fecha, é o momento de olhar para dentro e se perguntar: “por que eu achei que precisa daquela coisa?”. Reflita: “será que eu realmente precisava daquilo para ser feliz?”.

A verdade eterna é que tudo que precisamos já está dentro de nós. O que precisamos mesmo é nos encontrar. Autorrealização. Realizar a si mesmo. Na linguagem do yoga, “descobrir sua forma”, sua natureza última.

Precisamos nos encontrar e encontrar nossa fonte, o Supremo. Precisamos entender nossa eterna natureza transcendental e nossa eterna relação amorosa com a Alma Suprema, Deus.

Precisamos de paz e clareza mental, equilíbrio, harmonia e felicidade. Tudo isso está dentro de você e não depende de nada, nem ninguém.

Quantas vezes na vida você não olhou para trás e deu graças a Deus por não ter conseguido o que desejava? Muitas vezes, conseguir o que desejamos acaba sendo pior para nós.

No yoga, aprendemos a fluir com a vida. Quando uma porta se fecha, continuamos centrados, buscando a direção certa. Seguimos para a porta aberta que nos aguarda, mais alinhada com nossa verdadeira natureza.

Pergunte para um rio se ele se incomoda de ter uma pedra colocada em seu fluxo. Ele diz, “não, vou fluir em volta da pedra.” “Ah, e se eu colocar um monte de pedras?”. Ele diz, “sem problemas! Vou fluir por cima delas!”.

Então, quando as portas se fecharem, deixe de lado o desespero, a raiva e a tristeza. Pergunte-se: “que sou eu mesmo, lá no fundo? Do que realmente eu preciso?”.

Sinta o prazer inigualável de simplesmente ser, em contato com sua mais profunda essência, sua dimensão divina e transcendente. E entenda que você não precisa de nada, nem ninguém, para ser feliz.

Desenvolva firmeza se conhecendo, vivendo sua essência, com a ajuda do livro “O Caminho 3T” (www.3T.org.br). Lá verá uma gama de técnicas e conhecimentos para você se fortalecer e se centrar no seu verdadeiro eu.

 

Veja o que estão falando do livro “O Caminho 3T”: “As portas da felicidade se abriram, num lindo e espontâneo movimento. Foi e está sendo uma experiência incrível! Tenho muita gratidão por ter encontrado seu livro e seus ensinamentos. Você faz um trabalho lindo, que seja sempre abençoado!” – Natália Arnold

4 ideias sobre “Quem É Você Depois Que Todas As Portas Se Fecharam?

  • 30/04/2019 às 19:06
    Permalink

    Adorei o ensinamento, obrigada.
    Ao ouví-lo e lê-lo me vi em minhas queixas e lamentações, mas consegui compreender tb, que algo melhor virá em vez de ficar focada no que talvez não é para mim e, desta forma buscar estar aberta para o novo ou verdadeiro caminho. Olhar p/dentro e aceitar é difícil.
    Aproveito para perguntar qd estamos sofrendo e não temos escuta, este sofrimento é ignorância ou queima de carma? Ouvi que é ignorância, mas às vezes conhecemos o motivo só não conseguimos se desvencilhar do mesmo por estarmos fragilizados. Qual a saída?
    Estou buscando me conhecer, me melhorar aliada a leitura do livro colocando os ensinamentos em prática. Não é tarefa fácil mas quero muito conseguir.

    Responder
    • 03/05/2019 às 14:38
      Permalink

      A solução é mesmo realizada em múltiplas frentes. Não é fácil, mas é possível. Temos que trabalhar a cura das emoções presas, vezes e mais vezes. Continue assistindo os vídeos, pois tem muitas técnicas lá de superar emoções e também pode buscar terapias como thetahealing, barras de acess e EFT. Além da cura das emoções, precisa trabalhar o resto do Caminho 3T. Continue firme nas práticas, aplicando tudo lá no livro, página por página. E aí me diga como está se sentindo.

      Responder
  • 10/05/2019 às 20:19
    Permalink

    Oi, por favor me ajude Giridhari Das
    Assisto seus vídeos, leio seus livros, pratico yoga faz 1 ano…
    Sempre estudamos os sutras usando seus livros como referência.

    Meu marido (13 anos casados) está me deixando. Tenho 34 anos e ele 60, já aposentado, e gosto muito dele.
    Há alguns anos ele já queria me largar, mas fiquei tão doente, mal….queria me suicidar de ruim que fiquei……..e ele não partiu (por pena talvez).

    Não tivemos filhos, e no início da relação ele sempre me ajudava em tudo financeiramente.
    Com o tempo, estudei e passei num concurso há 2 anos, e agora que estou no melhor momento da vida vida, ele está querendo ir embora…..SOZINHO.

    Eu fico, ele vai…….estou me sentindo rejeitada, abandonada, triste, sem saída.
    Ele definitivamente vai, e sou muito apegada a ele. Meu mundo está desmoronando, sei e entendo toda essa linda teoria do deixar fluir, desapegar, mas não consigo aplicar na prática.

    Sei tudo o que deve ser feito, mas não consigo. Não consigo desapegar, acho que estou voltando a fumar, perdi a vontade de estudar, viver.

    Está extremamente DIFÍCIL, a dor CHEGA A SER FÍSICA NO PEITO.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *