Planejar é Necessário e Ficar no Aqui e Agora Também – ENTENDA!

O primeiro passo para uma vida melhor é trazer a mente para o aqui e agora. No Caminho 3T chamamos isso de adotar o paradigma da realidade, e abandonar o paradigma da fantasia, que é nosso péssimo hábito de ficar nos lamentando no passado e ficar ansiando pelo futuro. Mas, tão logo falamos isso, surge a dúvida: e como vamos organizar e planejar a vida? Não vamos mais ter metas? Aqui vamos explicar então como isso é feito.

Veja aqui meu vídeo sobre este tema.

Quando nossa mente não está no aqui e agora, o sofrimento é garantido. Tão certo como a lei da gravidade, existe o fato que necessariamente haverá sofrimento se sua mente sair do aqui e agora. Não é exagero dizer que sair do aqui e agora é a raiz de todo sofrimento.

Estamos tão viciados em ficar com a mente fora do aqui e agora, que temos dificuldade em compreender como seria a vida de outra forma. E a dúvida mais frequente que surge é a questão do planejamento.

Chega a ser até cômica a ideia que as pessoas têm sobre mindfulness, sobre ficar no aqui e agora. Parece que acham que isso é um estado beirando a insanidade, onde a pessoa perde toda noção da vida, fica perdida olhando para o céu ou para o umbigo.

Mas, é claro, não é nada disso. Pelo contrário, é um estado desperto, verdadeiramente atento. Só quando estamos no aqui e agora é que estamos conectados com a realidade.

Então, o ponto chave a entender é que planejar é diferente de fantasiar. Planejar é escolher a rota da vida, mas a vida se dá um passo de cada vez, aqui e agora. Quando o planejamento vira um ansiar pelo futuro, aí sofremos e perdemos o foco.

O yogi não se engana com a “falácia da chegada”, que é a falsa ideia que seremos felizes ao futuramente “chegar” em algum destino planejado, como passar no concurso, ter uma casa, se casar, ter filhos ou comprar alguma coisa. Aí está o erro comum: confundir planejamento com a comprovadamente falsa ideia de que podemos ser felizes com conquistas mundanas, as conquistas extrínsecas.

Mas planejar é essencial! É sinal de inteligência e organização planejar cuidadosamente sua vida. Na verdade, é simplesmente impossível ter uma vida boa sem cuidadosamente planejar sua rota na vida. Desperdício, perda de oportunidade, confusão e frustração são os frutos de não saber claramente o que quer e para onde quer ir.

Agora se planejar tolamente, achando que seus objetivos é que lhe trarão felicidade, aí tudo se perde. Se perde porque se não conseguir atingir seus objetivos sofre. E se conseguir se frustra, pois verá que tais objetivos extrínsecos não tem real impacto no seu bem-estar.

Traçamos a rota como um pano de fundo para viver a vida aqui e agora.

É como planejar um passeio numa trilha que vá para uma bela cachoeira. A trilha é seu planejamento, o caminho que vai seguir. A cachoeira é a meta. Agora lhe pergunto: vai passar o caminho todo só pensando em chegar na cachoeira? Seria uma agonia este passeio! Não. O que fazemos é aproveitar cada passo, no aqui e agora, fazendo o máximo da vida. E aí chegamos na cachoeira. Aproveitamos isso também. E aí aproveitamos cada passo de volta. Mais ainda, se acontecer alguma coisa no caminho da cachoeira, impossibilitando que cheguemos lá, não tem problema, pois não estávamos fantasiando com o futuro, estamos fluindo com a vida, aproveitando cada passo do caminho.

Fluir com a vida é um ponto crucial que nos mostra se estamos seguindo nosso planejamento de forma sóbria no aqui e agora ou se estamos presos no paradigma da fantasia, ansiando pelas conquistas futuras.

Você traça o plano e aí vive o plano. Ou seja, não ficamos pensando no futuro. O plano é composto por ações. Voltamos nossa mente, portanto, a ação. O objetivo é totalidade na ação. Queremos estar sempre totalmente presentes, na ação. No aqui e agora.

É agora que precisa ser bom. Sua felicidade é agora. Não no futuro. Não no passado. Agora. Você tem condições de ser feliz neste exato momento.

Atingir este estado de viver só depende de você, não de nada externo. Está totalmente no seu controle, no seu poder. Tudo que faço é neste sentido, de passar este conhecimento, de passar as técnicas para viver assim. Se quiser se aprofundar no Caminho 3T, este link vai lhe ajudar a se organizar.

Então, quando surgem os obstáculos no nosso planejamento, estamos tranquilos. Reavaliamos. Traçamos novas rotas. E novamente voltamos para o aqui e agora.

Quando atingimos uma das metas no planejamento, experimentamos gratidão, mas sem o choque da frustração, pois sabemos que tais conquistas não nos preenchem. Seguimos em diante, no aqui e agora. Quem fantasia e atinge sua meta, às vezes entra em profunda depressão, ao experimentar um grande vazio no peito.

Mas o yogi fica em paz, em desapego, sabendo que atingir ou não suas metas mundanas não tem importância real, pois suas verdadeiras metas são internas, atingidas e mantidas todos os dias.

Então, sim, tenha metas. Mas não caia no engano de achar que atingir metas significa ser feliz e não as atingir significa fracassar. Tenha metas apenas para caminhar em direção a fazer o melhor que pode para servir o mundo com seus dons, talentos e propósitos. Sabendo para onde está caminhando, pode então trazer seu foco para o aqui e agora, para o que realmente importa para ser feliz, que é ser você, viver sua essência, seus dharmas, buscar ser um foco de luz, buscar seu despertar e sua comunhão com Deus.

2 ideias sobre “Planejar é Necessário e Ficar no Aqui e Agora Também – ENTENDA!

  • 27/10/2020 às 11:39
    Permalink

    Ler mais de uma vez essa sábia mensagem é um deleite para os meus pensamentos. Estar no Aqui e Agora ,é o que busco desde que comecei a te acompanhar, seja no YouTube ou nos cursos online. À cada leitura que faço, me renovo e procuro passar essas mensagens para as minhas alunas de yoga
    para se renovarem também. Gratidão NAMASTÊ.

    Responder
  • 02/11/2020 às 18:15
    Permalink

    Mestre Giridhari, uma das característica de seu trabalho , localizo na simplicidade. A ideia de realizar planejamentos , partindo de um passinho de cada vez , faz a maior diferença na realização de grandes ações. O fato de realizarmos anotações de planos, nos traz para o aqui agora e nos tira do campo imaginário e fantasioso. Sem contar que ao anotar , conseguimos visualizar concretamente., alterar e também avaliar e desta forma , alterar, reajustar quando se fizer necessário. Sempre grata, por nos orientar para as realizações viáveis e conscientes .

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *