Masturbação, Brinquedos Sexuais e Pornografia

Temas tabus geram muitas dúvidas, especialmente para aqueles que estão trilhando o caminho da espiritualidade e auto-aprimoramento. Aqui vamos abordar o tema de masturbação, brinquedos sexuais e pornografia, do ponto de vista do yoga.

Veja aqui meu vídeo sobre este tema:

Desejo sexual é perfeitamente natural. Faz parte das funções de seu corpo a vontade de experimentar o orgasmo. É como comer, beber, dormir, urinar e evacuar. O fato de não ser uma necessidade tão urgente e exigente como essas, não a torna menos natural.

Masturbar, portanto, é perfeitamente natural e saudável para você poder satisfazer seus desejos sexuais. Você deve poder se resolver por conta própria e não ter que depender de outros para se manter satisfeito neste sentido.

Não devemos depender de nada e ninguém. Se sua felicidade e bem-estar ficam atrelados a outras pessoas, é certo que vai sofrer no devido tempo. Vai ficar incompleto e seu comportamento vai refletir sua carência, causando ainda maiores problemas no futuro.

Nada de errado também em buscar brinquedos sexuais para aprimorar sua experiência à sós. Se não está lhe causando danos físicos e está lhe ajudando a experimentar mais prazer, você deve usar.

O que não é nada legal é ficar com desejo e buscar uma outra pessoa como um brinquedo sexual. Buscar um parceiro só para transar, vendo o outro como um objeto, é muito danoso para a consciência. Ali está um ser divino, uma centelha de Deus, e trata aquela pessoa como um brinquedo sexual? Isso reforça uma mentalidade egoísta e materialista. Reforça uma visão distorcida da realidade, gerando ansiedade, frustração e medo. Sem falar do que pode acontecer em termos de violência física e emocional, gravidez indesejada e doenças sexuais.

Se resolva por conta própria em termos de necessidade sexual para assim poder buscar outros para coisas reais e profundas. Tenha a liberdade de buscar verdadeiros relacionamentos, a conexão, o compartilhar—o amor. Assim, poderá reservar o sexo para seu ambiente próprio: no reforçar de uma união sagrada e profunda, como explico neste vídeo: https://youtu.be/3mlct1ewJck.

Em outras palavras vá atrás de almas, não de corpos.

Pornografia, porém, é bem danoso. Pornografia vicia porque é uma enganação. Dá um nó no seu cérebro. O cérebro não sabe distinguir a realidade vivida de pensamentos e imagens. Quando vê pornografia, seu cérebro reage em um certo nível como se fosse sexo acontecendo com você, aí dá uma atração, um prazer. Mas ao mesmo tempo é irreal. Não está acontecendo com você fisicamente. Então fica uma coisa meio fantasmagórica: meio real, meio irreal. Isso deixa você atraído e frustrado. Aí o cérebro pede mais, só que nunca pode satisfazer, porque é irreal.

Além do mais, por trás da pornografia pode ter coisas bem pesadas, com tráfico sexual, exploração de menores e assim por diante.

A ideia que é importante não ter orgasmo para avançar espiritualmente não tem fundamento. Como tudo, não se trata de reprimir, mas saber direcionar. Fazer as coisas de forma que elevam a consciência, aumentam o bem-estar e não ferem os outros. A prática artificial de celibato gera incontável sofrimento e falsidade. Padres abusando de menores, gurus abusando de discípulos e discípulas, e até suicídio. Não existe nos textos do yoga a instrução que um guru precisa ser celibatário. Deve sim saber direcionar sua energia sexual de forma dhármica, como tudo mais na vida, mas reprimir artificialmente, Krishna explica na Bhagavad-gita, é “ser um impostor”.

Quem quiser praticar celibato, pode e deve, portanto que lhe seja natural. E para tal não precisa fazer votos nem declarações públicas. Quem está com zero desejo sexual hoje, pode sentir muito desejo pouco tempo depois. Por isso que tais votos não são aconselháveis ou práticos. Não há vantagem nem desvantagem em não ter desejo sexual. Temos que viver o que é real, de forma natural, honrosa e saudável.

No livro “O Caminho 3T” (www.3T.org.br) verá a importância para seu bem-estar e seu avanço espiritual de trabalhar a saúde emocional e física. Desejos sexuais reprimidos, vergonha ou má conduta sexual criam enorme sofrimento interno, obstruindo a elevação da consciência e o bem-estar em geral.

 

Veja o que estão falando do livro “O Caminho 3T”: “O Caminho 3T trouxe informações práticas e fundamentadas que me impulsionaram a organizar minha vida em todas as áreas e, assim, conseguir caminhar em terra firme rumo ao caminho espiritual. Gratidão!” – Susane Nobre

Uma ideia sobre “Masturbação, Brinquedos Sexuais e Pornografia

  • 18/09/2018 às 17:04
    Permalink

    Obrigada, por fazer este vídeo que aborda um assunto importante de uma maneira simples, direta e aberta. Acho muito honesta a sua maneira de falar.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *