DIVÓRCIO

Vinte anos de casamento e seu marido lhe troca por outra? Você fazia tudo para sua esposa e ela lhe larga? Como lidar com o divórcio? Veja aqui o que você precisa saber para evitar este sofrimento.

Já perdi a conta de quantas pessoas me escreveram em profundo sofrimento devido a separação. Situações desesperadoras. Tristeza da mais intensa. Vidas literalmente interrompidas. Ameaças de suicídio, pessoas que desenvolveram câncer depois da separação e assim por diante. Muita dor.

Mas não precisa ser assim. Todo este sofrimento é completamente auto-imposto. É fruto de uma mentalidade errônea e dolorosa, que sempre vai acabar em sofrimento.

As que mais sofrem parecem ser as mulheres com casamentos de 20 anos ou mais. Já está na meia-idade. Qualquer um, chegando nos 50, sofre se não se dedicou ao autoaprimoramento e autorrealização. A carreira, mesmo bem-sucedida, já não satisfaz. O corpo já está dando sinais, às vezes fortes, de estar em plena decadência. Nesta situação, a pessoa rasa, que ficou buscando o prazer sempre de fora para dentro começa a perder ainda mais o bom senso.

E homem, talvez seja preconceito meu, me parece ser ainda mais superficial que mulher. Creio que homens são mais crassos em seu desejo de futilmente buscar satisfação sensorial. Homens parecem mais dispostos que mulheres a sacrificarem valores para obter seus desejos. Talvez, por isso, os países onde existem um domínio pelos homens são países mais violentos e desestruturados. Então, minhas amigas, fique sabendo que é quase certo que um homem superficial vai buscar o divórcio para correr atrás da ilusão da felicidade carnal com uma mulher mais jovem.

E essas mulheres que caiem nessa estão buscando segurança e conforto. Ou para ser menos polido: grana. Então, você, amigo, que não está oferecendo toda “segurança e conforto” para uma mulher superficial e egocêntrica, não se assuste também se ela lhe largar.

O tal do amor líquido comanda hoje. As pessoas não têm mais aquela força, determinação e paciência para aguentar os altos e baixos dos relacionamentos. Preferem largar tudo e começar de novo.

Se você não é uma pessoa séria, que casou com uma outra pessoa séria, com quem tem fortes laços de comunhão, propósito e foco… é quase certo que vai dar divórcio.

Agora, nem por isso você precisa sofrer. Mais do que nunca, você precisa viver sua realidade. A ideia que precisa de outra pessoa para lhe amar é uma insanidade. E você, mais cedo ou mais tarde, vai quebrar a cara com isso. Esta necessidade de confirmação de outro é um tiro no pé. Você precisa de outra pessoa para confirmar seu valor? Pelo amor de Deus!

Você precisa se amar primeiro. Por isso, tanto se fala de amor próprio. Amor próprio lhe preenche e lhe completa. Pronto! Tanque cheio! Não precisa de outro, especialmente um outro superficial e bobão ou bobona, para lhe preencher. Quem precisa de alguém egocêntrico e desnorteado ao seu lado?

E uma vez que esteja se amando, vai aprender a amar Deus e viver seu dharma, seu propósito. Vai aprender a viver no aqui e agora. A viver, verdadeiramente!  A alegria de ser você e viver sua vida é incomensurável. Você gerando sua felicidade, você recebendo amor de você mesmo e de Deus. Assim, você fica totalmente preenchido, satisfeito e completo.

Se a pessoa foi embora, ótimo! Que bom! Agora, você está livre para ser você mais ainda. Uma pessoa indo embora da sua vida abre espaço para outra, melhor, mais sintonizada com você, entrar. Mas não para lhe confirmar, não para lhe completar! Só para compartilhar com você o amor pela vida. E se ninguém vier, perfeito! Fica você com todo tempo que precisa para ser você, para amar e servir Deus, servindo todos de acordo com seu propósito.

Divorciou e sofreu? Ótimo! É um chamado para o despertar, para viver uma vida digna de propósito e de amor próprio. Para descobrir como você não precisa de nada, nem ninguém. Você se completa quando você está vivendo de verdade.

Está bem casado ou casada? Está sofrendo com o divórcio? Esta sozinho? Não importa sua situação, é urgente que se cuide, se preencha, se descubra e se ame. No livro “O Caminho 3T” (www.3T.org.br) eu passo um programa completo de autoaprimoramento e autorrealização para você viver grandiosamente, em magnífica independência da opinião e comportamento dos outros.

Veja aqui meu vídeo sobre este tema.

Veja o que estão falando do livro “O Caminho 3T”: “Estou amando o livro. Ensinamentos maravilhosos!” – Simone de Morais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *