Deus Dá o Que Precisa, Não o Que Quer

Vivemos absortos em desejos materiais. Quando descobrimos Deus, ao invés de abandonar este tipo de pensamento, apenas acrescentamos uma camada espiritual sobre ele, apresentando a Deus nossa interminável lista de desejos mundanos.

Deus Dá o Que Precisa, Não o Que Quer

Felizmente, Deus é mais sábio que nós. Sabendo que o pedimos é em grande parte inútil e até mesmo danoso para nossos bem-estar último, Ele só nos dá o que realmente precisamos. Às vezes é algo que precisamos ter para entender que é inútil, às vezes algo que realmente nos ajudará a evoluir.

A vantagem de pedir tudo a Deus são duas: 1) Ele nos ajudará a conseguir o que precisamos e 2) ao pedir a Deus estamos ao menos praticando um ato de devoção, por mais que não seja um ato puro. Por isso que encontramos a declaração de Krishna que àqueles que pedem coisas a Ele são “mahatmas”, o que significa “grandes almas”. Porém, em seguida, Ele deixa claro que àqueles que só quero mesmo conhecer Ele, são os melhores.

Então, sim, peça à Deus mesmo as coisas bobinhas materiais que deseja. Se as deseja, melhor pedir à Deus do que continuar desejando e não pedir à Deus!

Mas, enquanto isso, pense o que realmente quer de Deus. Um importante aspecto da literatura sagrada devocional de Krishna é nos ensinar a orar, a pedir corretamente de Deus. Ao ver como grandes santos oram, podemos ver que eles sempre pedem à Deus por duas coisas. Primeiro, pedem para nunca se esquecerem de Deus, para Deus estar sempre em suas mentes. E, segundo, pedem pela oportunidade de servirem à Deus, pois o serviço é o fruto do amor.

Lembre-se que tudo que tem em sua vida veio de Deus. Agradeça tudo que tem e aceite que tudo que tem hoje é exatamente o que precisa! Pedindo à Deus ou não, sempre recebemos exatamente o que precisamos, e, graças à Deus, quase nunca o que queremos.

Veja meu vídeo sobre o tema aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *